Por May Camilo  •  22 mar 2014
0 Comentários

Despedida do sonho – Califórnia parte final!

Dicas

Cheguei menina, saí mulher! Nenhuma experiência agregou tanto valor e amadurecimento como o intercâmbio. Tenho uma coleção de momentos de superação, aprendizado e ensinamento. Posso dizer de boca cheia que foram, sem dúvida, os melhores seis meses da minha vida, quando me vi pela primeira vez ‘sozinha’, mas com uma força e independência que até então não achava que pudesse conquistar! Todo dia era um novo desafio, desde os mais bestas como lavar a roupa e tomar cuidado para não manchar nada (apenas uma saia perdida neste processo hahahaha), passar a roupa, ir até ao mercado, se não iria ficar sem nada para comer! Sempre tive muita dificuldade para tomar decisões, mas lá isso se tornou algo mais prático e essencial quando, teoricamente, a única pessoa para recorrer é você mesmo!

califriends2

O meu maior presente sem dúvidas foram as pessoas que conheci, esse mix cultural riquíssimo e os momentos mais bizarros, engraçados e emocionantes que vivi com eles! Sou eternamente grata a Tâmara, Tugba, Naho, Aya, Hiroki, Neha, Bjorn, Christina, Ivory, Thomas, Justin e todos os outros classmates e Cali friends que conheci! Nada paga os dias de risadas intermináveis, as tardes tentando estudar ou fazer algum trabalho, os bares de Pacif Beach, as piadinhas em sala de aula, as festinhas, as comilanças toda, as viagens! Eles não só se tornaram grandes amigos para a vida, como também a minha família de San Diego!

califriends

A certeza que carrego? Que a minha história com eles e a Califórnia não terminou e que muitos encontros nos levarão a mais momentos memoráveis!

Obrigada a todos que acompanharam os oito capítulos, os meus melhores capítulos! Espero de alguma forma ter inspirado e plantado a sementinha da vontade de se jogar em uma aventura como esta! Viajar é renovar a alma e sonhos, portanto, aqui no Brasil ou não, busque sempre o novo e aproveite essa vida que é bonita, é bonita e é BONITA!!!!

CALIIIIII

Se você não acompanhou a história desde o início ou perdeu alguma parte, confira nos links:

Califa parte 1

Califa parte 2

Califa parte 3

Califa parte 4

Califa parte 5

Califa parte 6

Califa parte 7

Beijo enorme!

Раскрученным можно считать сайт, на который ежесуточно и ежечасно заходят целевые посетители, желательно по ссылкам из поисковых систем Topodin, Несмотря на то что он практически весь состоит из ключевых запросов, это всё-таки продукт творческий

Por May Camilo  •  15 mar 2014
2 Comentários

O curso – Business Management – Parte 7

Dicas

Vocês já viram pelos outros posts que aproveitei demais a cidade e as pessoas, não? E imagino que estão se perguntando: e estudar que é bom, nada?! Pois acreditem, ralei muito e acho que nunca me dediquei tanto em um projeto.

O meu maior receio nos meses que antecederam a viagem era não conseguir acompanhar o curso, o resto da turma, que por sinal era em sua maioria mais velha e com muito mais experiência profissional. O meu outro medo era não conseguir falar inglês, pois já estava mais de cinco anos sem praticar. Porém, uma vez que seu sonho vira realidade as coisas mudam, e para vocês entenderem melhor, separei um textinho que escrevi quando estava há bem mais de uma semana longe de casa:

‘Um mês de San Diego, um mês que deixei minha família e amigos! A gente nunca sabe o tamanho dos nossos sonhos até realizá-los, a gente nem imagina o tamanho da nossa força até ter que recorrer somente a uma pessoa: você mesmo! E aí, você finalmente entende o que é matar um leão por dia… e aí você compreende que a saudade tem seu lado doce e amargo, e que qualquer gesto de carinho daqueles que estão a horas e milhas distantes, são a sua maior fonte de energia e equilíbrio! Um mês de uma Mayara mais apaixonada pela vida, por ela mesma!!! Que venham os próximos meses! Que assim seja e que seja doce!!!!!!!’.

calii
Depois que você começa a conviver com o pessoal da sua sala, você entende que está todo mundo no mesmo barco e que sempre terá alguém para te ajudar, compartilhar ideias, experiências e vice-versa. Outro ponto que também me deu muita segurança foi o apoio vindo da coordenação do curso de Extension, direcionado apenas para alunos estrangeiros, e também dos professores. Todos são muito solícitos e sabem lidar com a barreira da língua e cultura com muito cuidado e dedicação. Pra mim é aquela velha história, de que longe de tudo essas pessoas acabam por virar sua família.

No primeiro trimestre do curso, o que eles chamam de 1st quarter, tive o seguinte cronograma de aula: Business Law, com abordagem de direito para empresas; Directed Studies, em que aprendemos a preparar um currículo, como se portar em uma entrevista, a escrever carta de apresentação e já demos início à procura de estágios; Elements of Marketing, trabalhando com vários cases reais e desenvolvimento de plano de marketing como projeto final; Financial Accounting; números, números, balanços financeiros e todas aquelas contas e termos assustadores hahahaha; Organizational Behavior, uma visão muito bacana de comportamento organizacional e teorias do mundo todo e, por fim, Practical Market Research, em que você finalmente entenderá a importância e aplicação de pesquisas qualitativa, quantitativa, focus group entre outros.

calii3

calii4

calii7

Já no 2nd quarter, o número de aulas diminui, pois todos os alunos devem cumprir 2 meses de estágio em qualquer empresa americana. As matérias são divididas em: Business Decision Making, em que entendemos os mecanismos para manter uma empresa no mercado, como SWOT, análise de tendência, startups, além de participarmos de uma competição mundial online com certificação para os vencedores, aplicando os conhecimentos adquiridos em aula; Everyday Basics of Project Management, com técnicas para estruturação, execução e mensuração de projetos; Presentations Techniques, com teorias e técnicas para elaboração de projetos e apresentações em público; e para finalizar, Product, Branding e Positioning, que aborda cases, teoria e projetos sobre marca, além de contar com um projeto de Branding de uma empresa criado por você mesmo.

calii2

calii5

calii7
Todas as matérias tem um mini-TCC, diversas apresentações orais individuais e em grupo, provas, projetos de pesquisa, além do Discussion Board, uma ferramente online em que você deve postar, para cada matéria, sua visão sobre determinado texto, comentar a opinião de mais dois amigos e tudo isso dentro de um curto período de tempo estipulado. É muita coisa mesmo, mas nada que uma boa organização não resolva!

Como eu já mencionei, o curso oferece a oportunidade de 2 meses de estágio, mas quem corre atrás de tudo é você. No início do curso nós recebemos uma lista com empresas que já contrataram alunos da UCSD, o que facilita a busca. No meu caso, procurei empresas de cunho social e que fossem próximo da minha casa e faculdade. Fiz entrevista e fui selecionada pela Alzheimer’s Association, uma organização voluntária que trabalha com o cuidado, suporte e pesquisas para o fim da doença. Nesse período de 2 meses tive a oportunidade de entender melhor o papel do marketing no trabalho voluntário, ajudar na organização de eventos para arrecadação de fundos e preparar uma exposição com obras feitas por pacientes. Gratificante e de muito aprendizado.

 

calii10

Acredito que este texto tenha esclarecido e dado uma visão geral sobre andamento do curso e suporte oferecido pela faculdade. O valor agregado profissionalmente é imensurável, pois você compartilha de experiências do mundo todo e vê o quanto a gestão das empresas caminha no mesmo ou em ritmo muito próximo. O crescimento como ser humano também é incrível, pois aprendemos o que é diversidade e como é importante saber lidar com essa questão.

Fique a vontade para comentar e perguntar se houver alguma dúvida.

Se você não acompanhou a história desde o início ou perdeu alguma parte, confira nos links:

Califa parte 1

Califa parte 2

Califa parte 3

Califa parte 4

Califa parte 5

Califa parte 6

Beijos e até o próximo post!

 

Так это или нет – тема для отдельной статьи или очередной священной войны, не буду ее тут касаться, Студия Topodin,

Por May Camilo  •  08 mar 2014
0 Comentários

Enfim, férias! – Califórnia parte 6

Dicas

No mês de junho, o curso deu uma pausa para 10 dias de férias e logo me programei para aproveitar e ‘turistar’ bastante! A maioria do pessoal aproveita para viajar com os amigos e os destinos mais procurados são Las Vegas, Los Angeles e Havaí, mas no meu caso a companhia seria muito mais especial: meus pais! Confesso que estava sentindo falta de ser cuidada e de receber esse carinho incondicional que só eles sabem dar!

Como já disse em posts anteriores, planejamento é a chave do sucesso e eu fiz toda programação incluindo reserva em hotel, locação de carro e GPS, mapeamento de pontos turísticos a serem visitados, pesquisa de valores de ingresso entre outros. Essa é a melhor forma de garantir uma viagem tranquila e dentro de um curto prazo de tempo. Além de elencar pontos que visitamos, darei dicas de outros lugares que também valem a pena.

San Diego tem muita coisa interessante para ver, mas meus pais queriam ir em outlets! Hahahaha. A cidade tem duas da Rede Premium: a primeira fica localizada em Carlsbad, mas você precisa de carro para chegar lá, caso contrário você levará em média duas horas de ônibus. Não recomendo o uso de táxi, pois acaba saindo muito caro, além da gorjeta para o motorista. A Las Americas, localizada em San Ysidro na divisa com o México, e não estou brincando quando digo que é bem na fronteira. Se você entrar em alguma rua errada você acaba entrando ilegalmente no país, por isso é bom estar atento. É mais tranquilo ir de Trolley, o trem de San Diego, e depois caminhar uns 10 minutos. As 2 Outlets têm muita variedade e preço bom, vale bem mais a pena do que comprar em shopping.

Outro lugar gostoso para visitar é o Balboa Park, no bairro de Downtown, o centro da cidade. Esse parque é muito bom para fazer caminhadas e conhecer os diversos museus. Já que está na região, vale a visita em Seaport Village, em que você tem a oportunidade de andar pela região do porto, cheio de restaurantes, sorveterias incríveis, artesanato e muita história. Nesse espaço você também pode conhecer a famosa estátua do beijo (marinheiro e enfermeira) e fazer um tour em um navio de guerra.

ca1

ca2

ca3

ca4

Bem próximo fica o bairro Little Italy, um pedacinho da Itália em SD com restaurantes de dar água na boca. Para você que gosta de baladas, o Gaslamp Quarter, ainda em Downtown, reserva o melhor em entretenimento. Os meus lugares favoritos são Jimmy’s Love, um restaurante que vira balada e quase sempre tem música ao vivo, o Altitude Sky Lounge, na cobertura do Hotel Marriot, com uma vista de tirar o fôlego da região do Porto e do Petco Stadium, que é uma ótima opção para ir em dia de jogo. Por fim, Side Bar, com ambiente, música e bebidas de primeira. Outras famosas que valem a ida são a Fluxx, Ivy e Stingaree.

As terças, em Pacif Beach, o bar mais divertido é o Typhoon Saloon, mais conhecido como Taco Tuesday, com margarita e tacos baratos, além de tocar músicas brasileiras. O lugar é frequentado basicamente por alunos estrangeiros, então está aí a oportunidade para integração.

ca6

Não deixem de colocar o Sea World no roteiro, mas já recomendo muito protetor (muito mesmo!), um boné e uma blusa de manga comprida, dependendo da época! Se você ficar um longo período como eu, vale a pena comprar o ingresso anual, que é no mesmo valor do ingresso para o dia. Além dos belíssimos shows de baleias, pinguins, o parque tem algumas atrações de parque de diversão e passeios com golfinhos.

ca7

ca8

ca9

ca11

Como já recomendei em outro post, as praias são paradas obrigatórias. Pacific Beach é bem de filme, com um píer de madeira, calçadão e várias opções de restaurantes e bares. Já em Mission Beach, não deixe de conferir a Wave House, um bar com duas ondas artificiais para você se divertir, curtir música boa e tudo isso bem de frente para o mar!

ca14

ca15

Para fechar com chave de ouro, programa-se para conhecer Coronado. A ilha é um lugar incrível e muito conhecido pelo famoso Hotel Del Coronado, que já foi cena de vários filmes. O brunch também é bem conhecido e elogiado, então não deixe de experimentar.

ca16

Los Angeles também tem várias opções de praia como Santa Mônica e Venice Beach, mas preferimos ir para Hollywood. Vale a pena pela calçada com o nome de grandes estrelas do cinema e música, mas recomendo a visita no Observatório Griffith, com uma paisagem de tirar o fôlego, além da vista para o famoso letreiro.

ca17

ca18

Bem próximo do Nokia Theatre e Staple Center, tem o restaurante Pantry, que serve o café da manhã mais disputado de LA, mas garanto que ficar na fila de espera é o de menos quando estamos falando de uma refeição maravilhosa! Levem dinheiro, pois lá eles não aceitam cartão.

Saindo de Los Angeles e partindo para uma paisagem mais árida e quente, Las Vegas, a cidade de luz, fechou a viagem com chave de ouro. Dos pontos turísticos mais incríveis, visite a Stratosphere Tower, com uma vista privilegiada para a cidade toda, além dos brinquedos Las Vegas Thrills Ride, no topo do hotel. Só de olhar fiquei com mal-estar, mas para os corajosos, fica a dica.

ca19

Os hotéis são temáticos, então vale a visita: no Bellagio, cenário do filme Onze Homens e Um Segredo, além do show das águas que é maravilhoso; The Venetian, famoso pelo passeio de Gondola; Paris, com a réplica da Torre Eifel; Luxor (o que eu fiquei) com tema do Egito e muito bonito; MGM; New York New York, com uma montanha russa, entre tantos outros. Todos hotéis contam com atrações de shows, apresentações covers ou Cirque du Soleil. No Luxor, tive a oportunidade de assistir o espetáculo Believe, uma parceria com o mágico Criss Angel e Cirque du Soleil. As acrobacias circenses e o ilusionismo tornam o show espetacular! As baladas mais famosas são: PURE no Caesar Palace, Pool Party do hotel Hard Rock e MGM, Playboy Club no Palms Hotel e a XS no Encore Hotel.

ca20

ca21
As lojas World of Coca- Cola e M&M’S World são parada obrigatória para você que quer se esbaldar em fofura, miniaturas, pelúcias e lembrancinhas! O bom de Vegas é que o estacionamento é gratuito e você pode deixar seu carro em qualquer hotel, mas garanto que andar a pé é bem melhor.

Outros pontos interessantes são as capelas onde acontecem os casamentos relâmpagos e também a Fremont street, conhecida como a rua mais iluminada no mundo! Las Vegas também conta com 2 Outlets, mas recomendo a Las Vegas Premium.

É muita coisa para falar, mas acredito que esses lugares são os mais legais!

Se você não acompanhou a história desde o início ou perdeu alguma parte, confira nos links:

Califa parte 1

Califa parte 2

Califa parte 3

Califa parte 4

Califa parte 5

Aquele abraço e até o próximo post!

 

Это еще не все, и есть много мелочей, которые будут на это влиять, поэтому, сколько стоит раскрутка сайта определить сходу, без дополнительной информации просто невозможно официальный сайт «топодин»: Раскрутка сайта в поисковиках

Por May Camilo  •  01 mar 2014
0 Comentários

Memorial Day | México, aí vamos nós! Califórnia Parte 5

Dicas

Ninguém nem se atenta ao significado do feriado Memorial Day, mas é uma das datas mais esperadas pelos americanos para aquele descanso prolongado. Destinos favoritos: L.A, Vegas e Arizona, mas no meu caso seria BEM diferente de tudo isso. Em um dia de aula pré-feriado, nosso professor de Business Law, Dana, fez uma enquete para saber qual seria o destino da galera. Ao questionar para o meu amigo Thomas, da Suécia, que eu cismava que era da Suíça, minha amiga Turca, Tugba, respondeu de prontidão: MÉXICO! A sala caiu na gargalhada e o Thomas aceitou sem hesitar e, como se não bastasse, ainda gritou: A Miami (apelido carinhoso que ganhei depois do festival cinco de mayo) também vai! Quem seria louca de recusar alguns dias no México?

San Diego faz divisa com Tijuana, no entanto, a faculdade não recomenda uma viagem por lá, pois o local é bastante perigoso! Minha amiga Tugba tinha uma amiga que havia conhecido em sua temporada em Londres, e morava em Ensenada, uma cidade depois de Tijuana, aparentemente mais tranquila. Já com destino fechado, compramos as passagens de ônibus, pegamos uma autorização com a UCSD para cruzar a fronteira e reservamos o hotel pela internet. Fizemos tudo da forma mais econômica.

image

Já em Tijuana, nós tínhamos que achar a empresa de ônibus que levava para Ensenada e, se não fosse o meu portunhol, não chegaríamos lá! O pessoal da fronteira NÃO fala inglês, foi tenso, mas conseguimos embarcar nesse carrossel, só que não! O ônibus não tinha ar condicionado, estava imundo e fedia demais! Nisso eu fui a viagem toda dura na poltrona fazendo de tudo para não encostar minha cabeça no banco! Minha amiga turca começou a rachar o bico ao ver minha situação e falou: você também está com medo de pegar piolho ou algo assim? Hahahaha. No fim das contas, foi engraçado as duas tentando sem sucesso achar uma posição na poltrona. Chegando lá, mais um obstáculo: onde fica o hotel? Falei com metade dos funcionários da rodoviária e NENHUM deles sabia onde era a rua e já pensei que tínhamos reservado um hotel fantasma!! O jeito foi olhar o mapa e, para nossa surpresa, a rua ficava super perto de onde estávamos.

A fachada do hotel não era muito parecida com a do site, mas nunca imaginei que poderia ficar muito pior quando entrasse. O quarto parecia um cortiço abandonado, sujo, encardido, tinha ‘sangue’ na cortina, agora vai da imaginação de cada um imaginar de onde tinha vindo este sangue hahaha. O banheiro então, “minha nossa senhora”, tinha um lodo ou sei lá o que não identificado na torneira do chuveiro, e eu já comecei a me coçar toda e falar que não dormiria ali nem em sonho! Os meus amigos também ficaram chocados e bateu maior desânimo! A solução foi ligar para a amiga da Tugba e pedir que ela nos resgatasse desse inferninho!

O recepcionista do hotel ainda tentou nos animar falando que tinha uma galera na piscina e, chegando lá, tinham 4 meninas e mais nada! Sem contar umas focas ‘gritando’ bem na beirada do nosso hotel, um desastre gente! Resolvemos ir pra praia, MAS ficava a uns 20 quarteirões de onde estávamos, uma tristeza só! Em meio a essa zica toda resolvemos comer alguma coisa e, PARA MIIIINHA ALEGRIIIIIIA, encontramos uma churrascaria brasileira! Pronto, comi, bebi caipirinha com pitu e ‘côco loco’ e a noite foi sensacional! A Ariadne, amiga da Tugba, nos encontrou no restaurante e achou um novo hotel, na principal rua das festas e restaurantes da cidade a ‘Calle Once’ e foi só alegria a partir disso!! Vamos dizer que fiquei na Faria Lima ou Vl. Madalena do México!!!!

Nessa mesma noite, nós fomos a várias baladas diferentes! Lá funcionava assim: você entra na balada, pede sua bebida e já paga, fica o quanto quiser e vai embora! A única coisa ruim é ter que andar com dinheiro, eles não aceitam cartão! Mas fora isso, você pode migrar de bar em bar, de mesa em mesa e conhecer os diferentes ritmos ! Em uma das baladas mais top, a Lutz, estava vazio na sexta, só eu e meus amigos! Já no sábado, não tinha nem como andar lá! O pessoal é bem bonito, viu? As meninas fazem umas maquiagens sensacionais e os homens são bem estilo ‘Carlos Daniel’, me senti na novela A Usurpadora, Maria la del Barrio e por ai vai! hahahahahaha. Bebi a melhor tequila e Margarita da minha vida nesses lugares! A cerveja era boa também, melhor que da Califórnia, super recomendo a Tecate. Fomos também em um lugar chamado Gallery, onde tocava rock, mas o mais legal era banda de uns meninos novinhos tocando música típica também!! Arrepiei!!!

image

No outro dia fomos conhecer a cidade, dar umas volta e depois ir para La Bufadora! De acordo com o Google, La Bufadora é um gêiser localizado na Península Puta Banda, na Baja Califórnia! No mundo só existem 2 desses e eu tive o prazer de conhecer! A natureza é mesmo incrível!!!!! Tipo, a pressão do ar em um buraco embaixo d’água faz com a água seja lançada a não sei quantos metros de altura, é animal!! Tomei um banho lá, mas já vale a experiência. Este lugar é cheio de lojinhas, espaços para comer, vale muito a pena conhecer! Acho que foi um dos momentos mais bonitos da minha vida!

image

 image

image

image

O lugar é incrível, com pessoas receptivas, comida muito boa, bebida sensacional! Uma das viagens mais engraçadas e top que já fiz, apesar de todos os perrengues! Às vezes é bom fugir de roteiros turísticos e conhecer lugares como esse.

image

Se você não acompanhou a história desde o início ou perdeu alguma parte, confira nos links:

Califa parte 1

Califa parte 2

Califa parte 3

Califa parte 4

Aquele abraço!

по большому счету, является его основной компонентой, Студия Topodin, В видеозаписи Уникальный SEO-интенсив по выводу сайтов в ТОПЫ «SEO-Практикум 2

Página 1 de 212
UP
YouTube   FeGonçalves
Instagram   @fegoncalvesoficial