Por Dri Adorno  •  20 jun 2018
0 Comentários

Casamento de Juliana & Felipe

A Melhor Escolha, Casamento

Depois de muitos posts venho de novo com os meus favoritos: histórias reais para inspirar noivinhas. A de hoje é da Ju e do Felipe, que estão juntos há 10 anos!

Eles começaram a namorar com quase 18 anos e se conheceram por meio de amigos em comum. Na verdade, a Ju falou que até enrolou um pouco no começo, pois não queria namorar. Mas depois dele insistir, ela se rendeu, rs! 

Vamos conferir mais essa história linda contada pela própria noiva?

Sobre o pedido

Foi a maior surpresa da minha vida. Morei por um ano nos EUA como au pair e me apeguei muito a minha família de lá e, principalmente, ao menino, o Kaleb. Depois de um ano que estava no Brasil, resolvemos passar as férias nos EUA e aproveitar para visitá-los.

Fui eu, meu irmão e o Felipe. Fizemos uma viagem para Nova York, Atlantic City e DC. Depois de alguns dias em NY, fomos para AC e não curtimos lá, achamos um pouco perigoso. Por isso resolvi esconder os nossos dólares no hotel e resolvi colocar no nécessaire do meu irmão.

Quando abri percebi que tinha um rolo de meia, com algo duro dentro, e falei para o Fe: nossa o que é isso? E ele tirou da minha mão, nervoso, e falou para não mexer nas coisas do meu irmão.

Achei estranho, até desconfiei que poderia ser uma aliança, mas pensei: acabamos de passar por NY, acho que ele me pediria lá {o clichê!}, então deixei para lá.

Em DC, eles marcaram com a minha família americana de ir no Fogo de Chão. Durante o jantar o Fe pediu para eu levantar e foi aí que tudo fez sentido, rs. Ele me pediu em casamento e o Kaleb trouxe minha aliança.

Digo que foi a maior surpresa, pois ele ainda no Brasil entrou em contato com a minha melhor amiga de lá para que ela falasse com a minha família americana e convidasse o Kaleb para entregar a aliança. O Fe é muito romântico, mas nunca imaginei que ele pensaria em algo tão fofo e complexo. Ele superou todas minhas expectativas!

Sobre o tipo de casamento

Temos famílias gigantes, então já sabia que não daria para ser algo pequeno. Depois de conhecer o buffet Allegro, tínhamos certeza de que seria lá, foi amor à primeira vista. Somos católicos, então, igreja era uma certeza também. Foi bem natural, tínhamos o buffet e o religioso na igreja, não tivemos dúvidas em relação ao tipo de casamento – festão.

Sobre o planejamento

Conhecemos o Allegro um booom tempo antes, mas começamos a fechar com os fornecedores em novembro de 2016 ∼ um ano e meio antes ∼ e para gente foi tempo suficiente.

Sobre o vestido

Aluguei no Center Noivas. Foi a primeira loja que fui e acho que o sexto vestido que provei. Como nunca tinha provado vestido de noiva na vida, não sabia o que ficaria bom em mim, mas já achava que princesa não era muito a minha cara.

Após provar alguns desse modelo, confirmei que não queria esse, então a consultora trouxe alguns semi-sereia, e ai gostei mais, até que ela trouxe um que tinha tudo o que eu amava.

Eu amo renda e quando coloquei aquele vestido percebi que era a combinação perfeita: renda e brilho ∼ para a alegria da minha mãe {sou muito básica e ela ama brilho}. É aquele velho clichê de noiva, não sei porquê, mas senti que era aquele.

Além disso, é muito difícil ser gordinha, não é tudo que tem no seu tamanho ou que fica bom no corpo. Como aquele eu tinha amado, resolvi acabar o sofrimento ali e fechei ele mesmo. Claro, todas choraram no final e eu fiquei aliviada por ter escolhido o vestido.

Sobre as escolhas

Acho que é um conjunto de tudo. Fizemos questão de contratar os fornecedores que tínhamos amado, pensamos em cada detalhe para que os convidados curtissem a noite tanto quanto nós curtiríamos.

A coisa mais diferente acho que foi os convites para os convidados e madrinhas.

– Convidados: Decidi que queria um convite simples e em aquarela. Foi uma longa caminhada para chegar em um que eu gostasse. As pessoas estão acostumadas com aqueles convites mais tradicionais, então alguns até ‘chocavam’ quando viam o nosso.

– Madrinhas: Eu amo presentes diferentes e queria que as madrinhas soubessem o quanto elas são importantes para nós. Foi bem difícil escolher a lista e acabamos com 13 madrinhas. Lembro que vi nos EUA um calendário de mini bebidas e achei interessante. Me inspirei nele para o convite das madrinhas. Fiz uma caixa com 12 saquinhos e cada saquinho era um mês e elas só poderiam abrir o saquinho daquele mês.

Entreguei todos em março, um ano antes do casório. Cada mês tinha uma mensagem + uma lembrancinha que estava relacionada do mês. Exemplo: o primeiro saquinho era explicando a mecânica dos saquinhos e uma bonequinha de noivinha.

Abril: Páscoa – chocolate. Maio – mês das noivas, coloquei um coração de feltro para que elas escrevessem o nome e colocasse na barra do meu vestido. Junho – mês de Santo Antônio, coloquei uma medalhinha. Julho – eu e o Fe fizemos 10 anos, coloquei fotos com a madrinha e agradeci por fazer parte da nossa história.

Assim foram todos os meses, claro, teve mês que tive que dar uma forçada na criatividade, mas o resultado final ficou lindo.

Acho que a escolha mais difícil foi o fotógrafo, pois muitos amigos casados já tinham dado a dica: invistam em fotografia é o que fica para depois. Após conhecer alguns fornecedores, resolvemos conhecer o Wagner Maia, indicação de uma amiga.

Eu e o Fe nos apaixonamos pelo trabalho dele e saímos de lá em pânico: temos que fechar com ele, mas como vamos pagar? Resolvemos tirar algumas coisas que queríamos para ter ele. Eu não me arrependo em nada. AMAMOS o resultado final, o pré wedding ficou maravilhoso e as fotos/vídeos do casamento ficaram sensacionais!

Outro detalhe foram os músicos, o Fe toca guitarra, logo esse é um assunto importante para ele. Após vermos várias orquestras, conhecemos o The Avalon e amamos. Além de mandarem muito bem, ajudaram na surpresa que o Fe me fez: tocou a música da Bela e a Fera na guitarra e eles no violino. Ficou lindo demais!  

Optei por não dar lembrancinha e fiquei com o tradicional bem casado mesmo.

Sobre a assessoria

Usei apenas a assessoria do dia, mas tive a ajuda de muitos anjos no planejamento do casamento. Minha família adora festa, todo o pré fiz com a ajuda da minha mãe, além de algumas madrinhas e na data contei com a ajuda da Criattiva. É muito importante ter a ajuda da assessoria do dia, pois não precisa se preocupar com nada, só curtir e aproveitar.

Sobre os aprendizados

Faria algumas coisas diferente. É um processo muito complexo e quando dizem que noivas são loucas, sim, elas são. É muito detalhe para pensar, resolver e pagar. Muitas vezes nos empolgamos muito com uma coisa e esquecemos que temos outras mil para resolver.

É muito fácil gastar rios de dinheiro com o casamento, queremos que tudo seja perfeito. Eu repensaria alguns gastos que tive e poderiam ter sido evitados, mas não me arrependo não.

Outra coisa: a LISTA. Esse é o pior pesadelo de uma noiva, acho que não conheço nenhuma que não enfrentou esse desafio. Eu faria diferente hoje, convidaria algumas pessoas que me arrependo de não ter convidado e eliminaria outras. As pessoas não sabem o quanto é difícil fazer a lista, o quanto isso impacta na vida dos noivos e o quanto elas são importantes.

Como dica para noivinhas eu diria: fiquem calmas, no fim dá tudo certo! Dividam as tarefas com o noivo, afinal eles estão casando também. Usem as madrinhas para ajudar na visita/escolher fornecedores. 

Faça o que você quer, do seu jeito, mesmo que todos sejam contra. Lembre-se: é seu grande dia, não deixe ninguém atrapalhar sua felicidade e vontades. Não importa o que você faça, sempre terá alguém que vai reclamar de algo, faça o que seu coração mandar e seja feliz. 

Acontece tudo muito rápido, dance muito e curta muito a festa, não se prenda a detalhes. Se a festa for para muitas pessoas, agradeça no microfone a todos e se joga na pista. Não dá para passar de mesa em mesa.

Lista de fornecedores que recomenda 

Recomendo todos, foram incríveis e com certeza, fizeram toda a diferença do nosso casamento.

  • Assessoria – Criattiva Eventos 
  • Igreja – Paróquia Santa Teresinha 
  • Buffet – Allegro Buffet 
  • Fotografia e Filmagem – Wagner Maia 
  • DJ – Nilson de Rossi 
  • Iluminação – Valter Jeck 
  • Decoração (Igreja e buffet) – Stylu’s 
  • Bem casados – Sol 
  • Dia de noiva – Maison Lafayette 
  • Orquestra – The Avalon 
  • Doces Finos – Grand Finale 
  • Doces Finos – Silvana Godoy 
  • Hobbie para o dia de noiva – Selena Atelier 
  • Gráfica para impressão de convite e menu de mesa – Setegra 
  • Arte convite – Le Poá Convites

 

Gostaram da história da Juliana e do Felipe? Quem quiser comentar, curtir, compartilhar ou mandar e-mail no [email protected] está valendo também!

Beijos

Sobre Dri Adorno: Relações Públicas, apaixonada por música, seriados, animais e vôleibol… não necessariamente nessa ordem! E-mail: [email protected]

Comente pelo Facebook
Escreva o seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui

UP
YouTube   FeGonçalves