Por Fê Gonçalves  •  17 set 2019
0 Comentários

Aparador: o móvel coringa que vai bem em diversos ambientes

Decoração, Lifestyle

Aparador sempre foi um tipo de móvel altamente requisitado pelos designers de interiores. Ele ganhou tantas versões diferentes ao longo dos tempos que acabou se tornando figura carimbada nas propostas de decoração residencial. 

Para quem quer caprichar na ambientação de casa deve considerar a compra de uma peça assim, que possui várias funções e características distintas dependendo do local inserido.

Imagem: Quitete & Faria

Onde colocar aparador dentro de casa

Móveis como o aparador costumam ser muito versáteis e, sendo assim, se adaptam às propostas estéticas e funcionais idealizadas para vários ambientes diferentes. Ele pode combinar com circulações, salas, quartos, varandas, banheiros e mais ∼ estando em destaque ou ficando em segundo plano. Só que sempre é preciso avaliar a necessidade de seu uso para não comprometer a circulação local.

“Vale avaliar, pensar em uso e área ocupada por ele na decoração. Depois disso, no caso de um ‘sim’, basta escolher um modelo que tenha as medidas proporcionais ao ‘layout’ do ambiente.” ∼ arquiteto Gabriel Negrão, em reportagem da Zap Imóveis.

Imagem: Antonio Armando de Araujo e Karen Pisacane

Imagem: Vanessa Trad e Roberto Migotto

Como usar aparador dentro de casa

Aparadores já existem desde o período da Idade Média. De lá para cá, este tipo de móvel sempre teve quase a mesma serventia, ser apoio para deixar certos pertences no momento em que se chega em casa. Agora, ele não só é considerado prático como belo e, por isso, foi testado de outros modos nas decorações. Assim, deixou de ser uma peça convencional, exclusivo para hall de entrada, e passou a ser usado em outros ambientes.

Imagem: Quitete & Faria e Cristiane Mansur Wiazowski 

Com muita criatividade, os designers transformaram os aparadores e fizeram deles multiuso, com inúmeras releituras ∼ por este motivo é que são chamados de coringas na decoração. 

Hoje, há muitas opções deste móvel no mercado ∼ com mais ou menos profundidade e em materiais, cores, acabamentos e alturas diferentes. Certamente, há pelo menos um modelo que se encaixa com o espaço disponível na casa.

Podem-se usar os aparadores de várias formas. No hall, por exemplo, ele pode exibir fotos da família, arranjos, e ser acompanhado de puffs e espelho decorativo. Na sala de estar pode servir de superfície de apoio para as costas do sofá, delimitar setores do cômodo ou ser um pequeno home bar. Na cozinha pode ser um cantinho do café. E na varanda, pode ficar próximo da churrasqueira, como apoio para a tábua de carnes.

Imagem: Vanja Maia

Imagem: Marília Veiga e Inspirate Arquitetura e Interiores 

Existem outros ambientes em que os aparadores podem ser usados. Nas propostas de decoração modernas, vê-se aparador como rack embaixo de TV na sala íntima. Também como bancada para apoio da cuba no banheiro. 

Em quarto, como penteadeira. Em escritório, como estação de trabalho, condensando várias funções. E em sala de jantar, em substituição ao balcão buffet ou ao balcão separador da cozinha integrada.

“Em um evento ou refeição, tudo o que não cabe na mesa vai para o aparador. Quando este tem portas e espaço para armazenamento, o nome muda e vira o conhecido buffet.” – Gabriel Negrão.

Imagem: CSDA arquitetura + decoração e e Vanja Maia

Imagem: Casa Cor Rio

Como escolher o modelo certo de aparador para casa

De fato, há muitas opções de aparadores a venda no mercado ∼ em estilo tradicional, retrô, rústico, moderno e mais. Alguns apresentam o material sem acabamento, outros são pintados, laqueados, revestidos com espelhos, couro e outros materiais. 

A cartela de opções dos fabricantes é mesmo bem ampla. Mas, escolher entre um modelo ou outro não é tarefa difícil: basta descobrir a peça que vá se adequar com os outros móveis do cenário.

Imagem: Bordin & Soares e Andrea Teixeira & Fernanda Negrelli

Por exemplo, aparadores em madeira de demolição ficam melhores em composições de decorações de casas de campo ou casas de praia. Já os metalizados ∼ sobretudo os com partes envidraçadas ∼ deixam o ambiente com um visual mais clean e podem aumentar a sensação de amplitude no local. Enfim, a peça escolhida precisa deixar o cômodo decorado elegante e não criar nenhum obstáculo.

Imagem: Inside Arquitetura e Design e Maricy Marcos Borges

Em sua casa, na hora de personalizar a área do aparador, tome cuidado para não exagerar no número de ornamentos. 

Deixe sobre a superfície apenas os itens necessários para enriquecer o cenário. E não precisa se preocupar em deixar tudo muito simétrico, às vezes, mesclar tamanhos diferentes pode deixar a decoração mais interessante. Use castiçais, garrafas e arranjos. Vale de tudo!

E ai? Em que cômodo de sua casa vai colocar o aparador? Já decidiu?

As dicas de como utilizar o aparador na decoração foram criadas em parceria com a equipe Viva Decora.

Comente pelo Facebook
Escreva o seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui

UP
YouTube   FeGonçalves