Por Dri Adorno  •  12 nov 2014
5 Comentários

A difícil escolha dos padrinhos

Casamento

Uma das perguntas mais comuns que os noivos (principalmente a noiva) escutam é: quem são os padrinhos (ou madrinhas)? E quando entramos nesse assunto é muito comum as pessoas comentarem (mesmo quem não está noivo): “quando eu casar não sei como escolherei os padrinhos, é muito difícil!”. Pois bem, a verdade é realmente essa, não é fácil! Aliás, dentre as muitas escolhas que o casal vai tomar essa é uma das mais importantes, na minha opinião, e selecionar quem são as pessoas importantes da vida de um casal é uma tarefa que exige reflexão, principalmente quando a família e a lista de amigos é grande!

Não existe um manual ou regra, porém, tentei separar abaixo algumas dicas para ajudar os noivos que estão passando por esse momento. Alguns dos “critérios” abaixo me ajudaram bastante na hora da escolha e acho válido dividir. Só conferir:

como escolher padrinhos casamento

♥ Para que servem os padrinhos?
Essa é uma pergunta que muitos não sabem responder e que é fundamental para ajudar na escolha. A função “oficial” dos padrinhos é testemunhar a união que está prestes a acontecer. Normalmente os padrinhos são pessoas bem próximas do casal que acompanham de perto esse momento importante e torcem pela felicidade dos noivos. Mas, além disso, o papel dos padrinhos no casamento aumentou bastante atualmente: cabem a eles (caso os noivos peçam) ajudar no que for necessário como organização da festa, do chá bar, da despedida de solteiro. Então os noivos devem optar por pessoas com quem tenha intimidade para falar sobre esses assuntos mais operacionais, dar detalhes de como vão precisar de ajuda… 

♥ Quantos padrinhos podemos convidar?
Esse número é muito relativo e cabe aos noivos chegar a um consenso. Casamentos feitos na igreja devem considerar o tamanho do altar, normalmente a maioria das igrejas já possui um número máximo de pares que podem ficar à frente. Para ajudar na escolha, caso o casal tenha muitos amigos e pessoas queridas, uma dica é convidar “um par” para representar cada núcleo (faculdade, trabalho, infância, primos etc). Sempre bom avisar que que saias justas acontecem no período de decisão dos padrinhos, por isso, caso alguém que você não irá convidar se auto-convidar, basta agradecer e negar gentilmente, dizendo que tem um número limitado de pessoas e que as mesmas não foram decididas ainda pelo casal, ou então que já foram convidadas. Se a pessoa for próxima, com certeza ela entenderá.

como escolher padrinho de casamento1

Imagem: Rustic Wedding Chic

♥ Presente NÃO é critério de escolha
É comum os padrinhos de casamento darem presentes melhores aos noivos, mas esse NUNCA deve ser o critério de escolha. Jamais deixe de convidar algum amigo ou parente muito próximo por questões financeiras, afinal os padrinhos são pessoas especiais e devem ser escolhidos por afinidade, por proximidade e, principalmente, por acompanhar e torcer pela felicidade dos noivos. Dar prioridade a algum casal de maior poder aquisitivo que não seja tão próximo além de ser extremamente deselegante (as pessoas percebem) com certeza irá gerar arrependimentos depois.

♥ A escolha deve considerar o tempo de convivência
Um dos maiores arrependimentos que os casais têm é convidar amigos ou pessoas que estavam muito próximos na época do casamento e que depois de alguns anos se afastaram, perderam o contato. Qual é a graça de ver o álbum de casamento com várias pessoas destacadas no altar que os noivos não falam/encontram mais? Antes de escolher os padrinhos, o casal deve se perguntar (e responder sinceramente): daqui a 5 anos essas pessoas ainda estarão próximas? Claro que não temos as respostas de tudo, mas normalmente essa pergunta ajuda a “eliminar” algumas das pessoas que o casal estava em dúvida. Também é importante ressaltar que o mesmo é válido para o contrário, não necessariamente o casal precisa convidar apenas as pessoas que conhecem desde a infância. Por exemplo, se a noiva tinha uma amiga super próxima desde pequena que continua sua amiga, porém, não é mais tão chegada do casal, vale ponderar se essa pessoa realmente seria uma boa opção para o altar (daqui a 5 anos, os noivos imaginam essa amiga como uma pessoa próxima?)

como escolher padrinhos casamento2

Imagem: Weddbook

♥ Irmãos são padrinhos obrigatoriamente?
Não, essa é uma escolha muito pessoal. Padrinhos ou não, os irmãos dos noivos já têm um papel especial na vida do casal naturalmente, mas a maioria dos noivos faz questão da presença dos irmãos como padrinhos. Para mim o importante é conversar com os irmãos, gerenciar as expectativas e optar pelo que funciona melhor para todo mundo.

♥ Como formo os pares? Tenho mais amigas (os) mulheres (homens), e agora?
Formar os pares também não é das tarefas mais fáceis. Os padrinhos de casamento podem ser casais ou pares, como dois amigos ou parentes solteiros. Algumas das saias justas dessas situações normalmente são:

  – Quando os noivos querem convidar um amigo (a) para ser padrinho de casamento, mas não a sua namorada(o). Nesse tipo de situação, a não ser que esse padrinho já esteja noivo ou namore há muitos anos, você pode fazer o convite de maneira separada. Neste caso, converse com ele antes e veja se ambos sentem-se à vontade. Atenção: tente não separar casais casados ou noivos, pois isso pode gerar mal-estar.
Quando os noivos têm mais amigos, parentes, de um sexo e “faltam” pessoas do outro. Para essa situação uma solução que funciona é fazer o casamento no estilo americano, ou seja, madrinhas de um lado e padrinhos do outro. Normalmente a noiva convida as mulheres e o noivo convida os homens, e como não é necessário formar pares (cada sexo fica de um lado do altar), é possível convidar as pessoas sozinhas sem a obrigação de convidar os respectivos, ou parear todo mundo. Vale observar que essa opção normalmente não é válida para quem for casar na igreja, ok?

como escolher padrinhos casamento3

Gostou das dicas? Mesmo para quem não casou ainda (e nem está perto) saberia dizer quem seriam os padrinhos? Noiva ou não, espero que tenha ajudado, afinal escolher pessoas queridas para qualquer tipo de situação, nunca é uma tarefa fácil. Aliás esse é apenas o primeiro post sobre o assunto “padrinhos”, ainda tem vários tópicos que pretendo abordar como dicas de roupa, planejamento de chá bar, por isso aguarde! Ah e quem tiver alguma dúvida, desabafo ou quiser compartilhar alguma dica, só comentar abaixo ou mandar e-mail. 🙂

Beijos e até o próximo post!

Sobre Dri Adorno: Relações Públicas, Assessora de Imprensa, noiva, apaixonada por música, seriados, animais e vôleibol… não necessariamente nessa ordem!
Instagram: casandobydriadorno
E-mail: [email protected]

Comente pelo Facebook
Escreva o seu comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça nos comentários? Clique aqui

5 Comentários
  1. priscilla barreto - 12/11/14 - 10h34

    Excelente post!
    Realmente esclareceu várias dúvidas para as futuras noivas e noivos. O dia do casamento é algo muito especial e esperado, mas infelizmente a escolha dos convidados, e infelizmente a dos padrinhos e madrinhas também pode gerar um grande conflito. Alias, assuntos relacionados a familia e aos amigos são sempre muito delicados.
    No meu caso é bem engraçado sabe? ahahah Desde adolescente tenho um pacto com 2 das minhas melhores amigas elas serão minhas madrinhas e eu serei delas. Acho que é bem legal quando isso acontece.
    Mas, o que vale mesmo é muita paciência diálogo e flexibilidade.

    Bjs
    Pri

    http://www.styledchicas.blogspot.com.br

    Responder
    • Fê Gonçalves - 12/11/14 - 10h45

      Oi Pri, é verdade, nessa fase precisa de muita paciência e diálogo para tomar essas decisões delicadas. O complicado é que os noivos ficam a mil com o tanto de coisa que precisa organizar em um casamento. Já passei por essa fase…rs…Beijo

      Responder
    • Dri Adorno - 12/11/14 - 11h17

      Pri,
      Com certeza, é um assunto que sempre gera reflexões! Muito bacana você já ter definido, vai facilitar sua vida viu?
      Eu optei por casais “representantes” de cada grupo + família, e to super feliz com a minha escolha.
      Obrigada por ler e comentar. 🙂
      bjos

      Responder
  2. Camila Faria - 12/11/14 - 15h58

    Isso de escolher os padrinhos para ganhar presentes “melhores” é o fim da picada, né? Recentemente rolou uma polêmica no facebook sobre isso, você chegou a ver Dri? Uma noiva revoltada porque um dos padrinhos não tinha $$$ para comprar um presente (pré-estabelecido por ela), ou algo parecido. Um horror!

    Responder
    • Dri Adorno - 12/11/14 - 16h26

      Eu vi Cá!
      Um absurdo né? A menina ficou chocada pois o casal de padrinhos não tinha dinheiro para comprar o presente que ela ESTIPULOU que eles dariam.

      Acho que as pessoas às vezes perdem um pouco a essência das coisas né? O casamento é uma data para comemorar com pessoas queridas o momento de felicidade e uma nova fase, e não um evento para você ter “retorno” em presentes. rs

      bjos

      Responder
UP
YouTube   blogamelhorescolha
Instagram   @amelhorescolha